Notícias

Trânsito de SP tem redução de 5,6% no número de mortes em 2016
19/01/2017

 

De janeiro a dezembro, 339 vidas foram salvas em relação ao mesmo período do ano anterior; nos acidentes com vítimas, houve queda de 20%

 

Os esforços do governo estadual para reduzir o número de óbitos no trânsito até 2020 vêm surtindo efeito. De acordo com dados do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo do Estado de São Paulo, em 2016 o número de mortes decorrentes de acidentes de trânsito teve queda de 5,6% (5.727 óbitos), em comparação ao mesmo período de 2015 (6.066 óbitos).

No total, 339 vidas foram preservadas. As informações são do INFOSIGA-SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), ferramenta técnica que contabiliza e divulga mensalmente os óbitos decorrentes de acidentes de trânsito nos 645 municípios paulistas.

Em relação aos 15 municípios conveniados dentro do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, a queda foi ainda mais expressiva, de 10,6%, com menos 61 mortes no acumulado 2016 (578 óbitos) em comparação a 2015 (517 óbitos).

Dos 5.727 óbitos ocorridos no Estado de São Paulo em 2016, 79% eram homens. 16% estavam na faixa etária de 18 a 24 anos (898 vítimas). Colisão (acidente de trânsito envolvendo dois ou mais veículos, pode ser traseira, frontal, transversal ou lateral) foi a responsável pela maioria dos acidentes, com 37% das estatísticas (2.126 ocorrências), seguido por atropelamento, com 27% (1.531 ocorrências), e choque (colisão de um veículo em movimento com um obstáculo fixo ou veículo fora de circulação da via), com 13% (761 ocorrências).

Em motocicletas estavam 30% das vítimas (1.737 ocorrências), 26% eram pedestres (1.489 ocorrências), 25% estavam em automóvel (1.429 ocorrências), 6% eram ciclistas (349 ocorrências), 3% estavam em caminhão (144 ocorrências) e 1% estavam dentro de ônibus (54 ocorrências).

Em relação aos acidentes com vítimas, foram registradas 192.582 ocorrências no acumulado de 2016 contra 239.508 no mesmo período de 2015 – redução de 20% em todo o Estado de São Paulo.

Além da ferramenta INFOSIGA-SP, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito conta, desde dezembro, com o sistema inédito de georreferenciamento INFOMAPA-SP. Desde então, é possível não só quantificar os óbitos dos 645 municípios paulistas por meio do INFOSIGA-SP, como também mapear os locais dos acidentes que levaram a essas mortes, por meio do sistema do INFOMAPA-SP. Ambas as ferramentas podem ser acessadas pelo site www.infosiga.sp.gov.br e são atualizadas todo dia 19 de cada mês.

Para mais informações sobre as metodologias do INFOSIGA-SP e INFOMAPA-SP, clique aqui.

Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

O Governo do Estado de São Paulo vem investindo constantemente, por meio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, em atividades voltadas à educação no trânsito, segurança das vias e veículos, além da gestão nas respostas para acidentes, fiscalização, obras e campanhas de comunicação.

O resultado positivo na diminuição no número de óbitos e acidentes com vítimas em 2016 é fruto de um trabalho conjunto que envolve 10 Secretarias de Estado e parceiros da iniciativa privada. Em 2016, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito realizou mais de 200 atividades de educação, além de lançar 15 filmes de conscientização em prol da mudança de comportamento no trânsito em emissoras de TV, rádios, Internet e redes sociais.

Entre as ações, estão o Programa Direção Segura, coordenado pelo Detran.SP, para fiscalização da Lei Seca, que teve um aumento de 291% nas blitze no Estado de São Paulo, no período de 2013 a 2016. Foram aplicados mais de 114 mil testes de etilômetro (bafômetro) desde fevereiro de 2013, quando foi lançado. No período, foram realizadas mais de 11 mil autuações por embriaguez ao volante – a Lei Seca atua em todo o Estado também nas ações rotineiras da Polícia Militar, da Polícia Militar Rodoviária e da Polícia Rodoviária Federal.

Do Portal do Governo do Estado