Notícias

SP firma parceria com 13 municípios para reduzir mortes no trânsito
08/02/2017

 

Serão beneficiados 57 municípios pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito em 2017; investimento é de R$ 100 milhões

 

Novas parcerias do governo do Estado de São Paulo ampliarão o número de municípios paulistas conveniados ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito – programa que tem como objetivo reduzir pela metade o número de óbitos no trânsito até 2020. Nesta primeira fase estão contempladas 13 cidades: Botucatu, Diadema, Guaratinguetá, Itaquaquecetuba, Itu, Jundiaí, Limeira, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Pindamonhangaba, Ribeirão Pires, Salto e Taubaté.

“Nós temos uma meta, que é reduzir o número de mortes no trânsito e o número de acidentes”, afirmou o governador Geraldo Alckmin. “Afinal, a maior causa externa de morte é acidente rodoviário. É muito mais perigoso andar de carro ou moto que o risco do homicídio”, alertou o governador.

A partir desses convênios, os municípios receberão auxílio para realização de uma melhor análise da gestão da segurança viária e, posteriormente, a criação de um Comitê de Segurança no Trânsito. Com isso, serão realizados diagnósticos e construídos planos de ação com medidas preventivas de acidentes, além da fiscalização e conscientização sobre a importância da direção defensiva. “É preciso descobrir onde são esses acidentes. É na auto estrada? É dentro da cidade? Já descobrimos que a maioria é dentro da área urbana ou nas proximidades da entrada da cidade”, explicou Alckmin.

Depois da identificação dos locais dos acidentes, as cidades contempladas nos convênios poderão contar com melhorias de infraestrutura, como construção de passarela, alargamento de calçadas, iluminação, sinalização, como inclusão de nova faixa de pedestre, entre outros.

Ano passado, o governo de São Paulo firmou parceria com 15 municípios, em que investiu R$ 10 milhões. Hoje, outros 13 foram contemplados, e a meta é fechar 2017 com 52 novos municípios conveniados. Somados aos 15 já existentes, irão cobrir 71% do Estado em termos populacionais. O investimento, provenientes de multas do Detran.SP, será de R$ 100 milhões.

Do Portal do Governo do Estado