Notícias

Convênios com 17 municípios visam reduzir mortes no trânsito em SP
14/03/2017

 

Expectativa é que sejam investidos, até o final de 2017, R$ 100 milhões em 52 cidades para o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

 

O governador Geraldo Alckmin assinou nesta terça-feira (14) parcerias com 17 municípios que ampliam o número de convênios do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito – programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como meta reduzir pela metade o número de óbitos no trânsito até 2020. Este é o segundo grupo de cidades que assinaram a parceria em 2017.

“Nós já tínhamos assinados com oito municípios, hoje mais 17, que somados dão 25 e faltam mais 27. Esses 52 municípios representam 63% dos acidentes em todo o Estado de São Paulo. Então, esse é o nosso foco. Hoje assinamos o protocolo e vamos elaborar os convênios, porque cada município tem sua singularidade”, disse Alckmin.

O objetivo desses convênios é fornecer auxílio na estruturação da gestão da segurança viária em cada um dos municípios selecionados. O aporte financeiro ao projeto permite a realização de ações que ajudarão a reduzir as mortes no trânsito. “Essas parcerias são como uma lupa. Vamos identificar qual a necessidade de cada município, se é uma passarela, uma ciclovia, um semáforo”, finalizou o governador.

Com o início da parceria, serão realizadas visitas de diagnóstico em cada ponto especificado. Também serão construídos planos de ações com medidas preventivas e de melhorias com relação à infraestrutura, fiscalização e conscientização das pessoas. Além disso, nos 17 municípios, será proposta a criação de um Comitê de Segurança de Trânsito com representantes de vários órgãos e setores relacionadas ao trânsito.

Entre eles as polícias Militar e Civil, setores de Engenharia de Tráfego, Fiscalização e Educação para o Trânsito, Unidades de Saúde e Hospitais, SAMU, Corpo de Bombeiros, Detran.SP, DER e Concessionárias Rodoviárias. Dessa forma, será possível apresentar análises e levantamentos detalhados das causas e soluções para a redução de acidentes e óbitos.

Segundo o Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (INFOSIGA-SP), ferramenta técnica que contabiliza e divulga mensalmente os óbitos decorrentes de acidentes de trânsito nos 645 municípios paulistas, apenas nessas 17 cidades que assinaram o protocolo de intenção, 713 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito em 2016.

A maioria dos óbitos foi de homens (81%). Houve redução em relação a 2015, quando 743 morreram nas mesmas cidades. Em relação à faixa etária, 111 eram jovens entre 18 e 24 anos de idade. Em segundo lugar aparecem os idosos, com 104 vítimas fatais com 60 anos ou mais.

Acidentes com motociclistas foram a principal causa das fatalidades, com 238 casos. O segundo lugar ficou com pedestres, com 231 vítimas fatais, seguida pelos ocupantes de veículos, com 120 pessoas.

A meta do Governo do Estado de São Paulo é fechar 2017 com 52 novos municípios conveniados. Somados aos 15 já existentes de 2016, irão cobrir 71% do Estado em termos populacionais. O investimento de R$ 100 milhões é proveniente de multas do Detran.SP.

As 17 cidades* que assinaram o convênio são: Carapicuíba, Osasco, Barueri, Cotia, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Itapevi, Guarulhos, Itapetininga, Itapeva, São Jose dos Campos, Limeira, Diadema, Itu, Ribeirão Pires, Salto e Birigui. Em fevereiro, na primeira fase, foram os municípios de Botucatu, Guaratinguetá, Itaquaquecetuba, Jundiaí, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Pindamonhangaba e Taubaté.

Estatísticas de 2016

O INFOSIGA-SP mostra queda de 5,6% no número de mortes com acidentes de trânsito em todo o Estado paulista. No acumulado de 2016 (5.727 óbitos), em relação ao mesmo período de 2015 (6.066 óbitos), 339 vidas foram preservadas.

Além do INFOSIGA-SP, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito conta, desde dezembro, com o sistema inédito de georreferenciamento INFOMAPA-SP. Desde então, é possível não só quantificar os óbitos dos 645 municípios paulistas por meio do INFOSIGA-SP, como também mapear os locais dos acidentes que levaram a essas mortes por meio do INFOMAPA-SP.

Ambas ferramentas podem ser acessadas pelo site infosiga.sp.gov.br e são atualizadas todo dia 19 de cada mês. Para mais informações sobre as metodologias do INFOSIGA-SP e INFOMAPA-SP, acesse aqui.

Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

Programa do Governo que tem como principal objetivo reduzir pela metade os óbitos no trânsito no Estado até 2020. Foi criado inspirado na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU). O comitê gestor do Movimento é coordenado pela Secretaria de Governo e composto por mais nove secretarias de Estado.

O grupo, responsável por construir um conjunto de políticas públicas para redução de vítimas de acidentes de trânsito no Estado, é formado pela Casa Civil, Segurança Pública, Logística e Transportes, Saúde, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Transportes Metropolitanos, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito também conta com a participação da sociedade civil e apoio do setor privado, de empresas como Abraciclo, Ambev, Arteris, Banco Itaú, CNseg, Grupo Ultra, Pro Simulador, Porto Seguro, Optas-Fadel e Raízen.

*Barueri e Embu das Artes não compareceram à cerimônia.

Do Portal do Governo do Estado