Notícias

Alckmin recebe delegação dos Emirados Árabes Unidos
15/03/2017

 

Governador esteve com representantes do Adia (Abu Dhabi Investment Authority), maior fundo soberano do País e segundo maior do mundo

 

O governador Geraldo Alckmin recebeu nesta quarta-feira (15), no Palácio dos Bandeirantes, representantes do Adia (Abu Dhabi Investment Authority), o maior fundo soberano (que recebe recursos de gás e petróleo) dos Emirados Árabes Unidos e o segundo maior do mundo, com US$ 900 bilhões em ativos.

Os representantes do fundo vieram a São Paulo para uma missão de dois dias na capital paulista, com o intuito de conhecer o ambiente macroeconômico e as perspectivas do mercado brasileiro. Na sexta-feira (17), a delegação segue para o Rio de Janeiro.

São Paulo e Emirados Árabes Unidos vêm estreitando relações nos últimos anos com encontros entre autoridades e missões internacionais. Em fevereiro passado, a atual e recém-empossada embaixadora do país no Brasil, Abdulla Mohamed Sharif Alulama, esteve com o governador Geraldo Alckmin.

Em outubro de 2016, Alckmin recepcionou a Liga Árabe no Palácio dos Bandeirantes. Participaram do encontro 13 das 17 embaixadas da liga, incluindo os Emirados Árabes Unidos. Dois meses antes, a Investe São Paulo, agência de investimentos do Governo do Estado, assinou protocolo de intenções com o país árabe para promover investimentos, exportações e relações comerciais.

Em um dos resultados alcançados, a Investe São Paulo e a Câmara de Comércio de Dubai, a maior cidade dos Emirados, estabeleceram uma parceria para criar um centro de distribuição de produtos paulistas e aumentar as relações comerciais entre as duas partes.

São Paulo exporta para os Emirados Árabes Unidos, principalmente, açúcar, pedras preciosas, plásticos, carnes, combustíveis e óleos minerais, o que corresponde a 33% das exportações brasileiras. O Estado importa do país árabe, entre outros produtos, combustíveis, gesso, cal, cimento, produtos gráficos e alumínio, que correspondem a 16% do total de produtos importados dos Emirados pelo Brasil.

Do Portal do Governo do Estado