Notícias

Para reduzir mortes no trânsito, SP firma acordo com mais municípios
21/03/2017

 

Serão destinados R$ 100 milhões provenientes de multas do Detran.SP; até o final do ano, 52 cidades serão contempladas

 

Nesta terça-feira (21) foi dado mais um passo do programa Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, que tem como objetivo reduzir pela metade o número de óbitos no trânsito até 2020. Em nova audiência, o governo paulista amplia o número de convênios com 16 novos municípios estratégicos.

Este é o terceiro grupo de cidades que estão assinando a parceria em 2017, incluindo Americana, Araçatuba, Barueri, Bragança Paulista, Campinas, Embu das Artes, Franca, Franco da Rocha, Guarujá, Hortolândia, Mauá, Piracicaba, Rio Claro, Santa Bárbara D’Oeste, Santana do Parnaíba e Santo André.

“Assinamos um protocolo de intenção para que, em no máximo 60 dias, possamos firmar o convênio e repassar o dinheiro para a prefeitura”, explicou o governador Geraldo Alckmin durante encontro com os prefeitos das cidades escolhidas. “Nós identificamos onde é que tem acidente de trânsito, qual é a esquina ou onde faltou a calçada, por exemplo. A partir daí, o dinheiro é repassado para que o município possa fazer a intervenção e evitar acidentes”, completou Alckmin.

O objetivo desses convênios é fornecer auxílio para a estruturação da gestão da segurança viária em cada um dos municípios selecionados e dar apoio financeiro para a realização de ações para reduzir mortes no trânsito.

Com o início da parceria, serão realizadas visitas de diagnóstico para a elaboração de planos de ação contendo medidas preventivas e de melhorias com relação à infraestrutura, fiscalização e conscientização. Além disso, nesses municípios, será proposta a criação de um Comitê de Segurança de Trânsito, com representantes dos órgãos e setores com atuações relacionadas ao tema.

Balanço

Segundo o INFOSIGA-SP – Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo, ferramenta técnica que contabiliza e divulga mensalmente os óbitos decorrentes de acidentes de trânsito nos 645 municípios paulistas, apenas nessas 17 cidades, 671 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito em 2016, sendo a maioria homens (79%). Houve redução de 7% em relação a 2015, quando 720 pessoas morreram nesses locais.

Em relação à faixa etária, 121 eram jovens entre 18 e 24 anos de idade. Em segundo lugar aparecem os idosos, com 115 vítimas fatais com 60 anos ou mais.

Acidente com motociclistas foi a principal causa das fatalidades, com 240 casos. O segundo lugar ficou por conta dos pedestres, com 173 vítimas fatais, seguidos pelos ocupantes de veículos, com 128 pessoas.

A meta do Governo do Estado de São Paulo é fechar 2017 com 52 novos municípios conveniados este ano, que somados aos 15 já existentes de 2016, irão cobrir 71% do Estado em termos populacionais. O investimento, proveniente de multas do Detran.SP, será de R$ 100 milhões.

Do Portal do Governo do Estado