Notícias

Conheça as paisagens das serras, montanhas e morros do interior de São Paulo
01/04/2017

 

Atrações de encher os olhos e de fazer a alegria de quem aprecia o contato com a natureza e a prática de esportes radicais

 

Os municípios paulistas tem belas paisagens de serras, montanhas e morros para visitar, nos finais de semana ou férias. Casais, namorados, amigos, famílias e pessoas de todas as idades podem aproveitar as muitas opções que o Estado tem a oferecer. Confira algumas dicas.

Águas da Prata
A Estância Mineral localizada a 238 km da capital faz divisa com o Estado de Minas Gerais e integra o circuito Café com Leite. É conhecida pela água mineral existente em abundância devido à vegetação da Mata Atlântica, e pela topografia, rodeada de montanhas, muitos bosques e cachoeiras.

Águas de Lindoia
É considerada a capital termal do Brasil, com fontes de água de rico poder curativo, comprovado cientificamente por órgãos internacionais. Possui excelente infraestrutura hoteleira e gastronômica, em meio a inúmeras fontes de água mineral e clima de montanha. Está a 163 km da capital e integra o Circuito das Águas Paulistas.

Analândia
Esta pequena cidade do interior paulista está a 736 metros de altitude e a 221 Km da capital. Abriga lindas paisagens, águas cristalinas, cachoeiras, grutas, morros e montanhas. Tranquila e sossegada, é ideal para os praticantes do ecoturismo e dos esportes de aventuras.

Altinópolis
O município foi escolhido pelo escultor italiano Bassano Vacarini como o seu atelier de obras de arte. Com belíssimas paisagens aliada à gastronomia caipira, a cidade oferece ótimas opções de ecoturismo, com diversos rios, cachoeiras, grutas e corredeiras.

Araçoiaba da Serra
“Esconderijo do Céu”, como é conhecida a cidade, além de suas belas paisagens, foi rota dos bandeirantes que percorreram a região em busca de minas de ouro. O Morro do Araçoiaba é um dos seus pontos tradicionais e históricos por ali terem sido descobertas as primeiras minas da região. Os primeiros fornos de fundição são de 1551 e permanecem conservados até hoje.

Atibaia
Estância climática, está localizada em um belo conjunto de serras, dentro do complexo da Serra da Mantiqueira. É frequentada por milhares de turistas atraídos pelo clima serrano privilegiado e beleza natural exuberante da Mata Atlântica. Destaque para os esportes radicais praticados na Pedra Branca, como o trecking, voo livre e rapel.

Bananal
Na região da Serra da Mantiqueira, Bananal conta com piscinas naturais de águas claras e fundo de areia branca. Para os apaixonados pelo turismo de aventura, a cidade conta com os atrativos da Serra da Bocaina, ideal para voos de asa delta e prática de rapel. O seu conjunto arquitetônico colonial é preservado pelo Condephaat.

Bofete
É conhecida pelas festas tradicionais e religiosas que atraem milhares de visitantes, como a Festa do Divino, a Festa da Padroeira e o Festival Carreirinho de Música de Raiz. Entre as belezas naturais, destaque para a atração conhecida como Três Pedras e o conjunto de formações rochosas, incluídas no Circuito Polo Cuesta, de incentivo ao turismo em regiões com essas características.

Botucatu
Fundada em 1720, a cidade tem no nome a origem indígena, Ybytu-Katu, que em tupi significa “bons ares”. Sua formação montanhosa é ideal para escaladas, canyoning e trekking. O contato com a natureza propicia passeios por cachoeiras, trilhas e turismo rural.

Cajuru
A cidade abriga muitos rios, inúmeras cachoeiras, quedas d’água e grutas exóticas, além de diversas trilhas, em meio à flora e a natureza exuberante. A conhecida hospitalidade caipira inclui a gostosa gastronomia regional e doces cristalizados e em calda.

Campos do Jordão
A estância turística integra o circuito da Serra da Mantiqueira e é famosa pelo clima, pela natureza e belas paisagens. A arquitetura é em estilo suíço-europeu, com diversos hotéis, pousadas, restaurantes, bares, chocolaterias e pousadas.

Cruzeiro
Localizada aos pés da Serra da Mantiqueira, a região é muito procurada pelos praticantes de montanhismo e voo livre. O nome da cidade é atribuído a um marco em forma de cruz que delimita os Estados de São Paulo e Minas Gerais.

Itapira
Região com muitas atrações naturais representadas por corredeiras, rios e o Morro Gravy, ideal para a prática de ecoturismo e de esportes radicais. Destaque para os diversos museus, casas de cultura e festas tradicionais, que ocorrem durante o ano todo.

Itararé
Município do Circuito Verde Paulista, essa bela cidade é rodeada por cânions e rios que escavaram as pedras e deram origem ao seu nome, que em tupi-guarani significa “pedra que o rio escavou”, em relação ao Rio Itararé. Trilhas em meio da mata levam a belas cascatas que dão origem a diversas piscinas naturais.

Joanópolis
É conhecida por suas águas cristalinas e sua linda Cachoeira dos Pretos, que serve como cartão-postal da cidade. Destaque para os pesqueiros, mata exuberante e gastronomia caipira.

Mairiporã
Essa cidade da Região Metropolitana de São Paulo, tem como a sua maior referência a represa que abastece a capital, mas é dotada de uma exuberante paisagem e pelo clima de cidade do interior com restaurantes caseiros à beira da represa.

Pindamonhangaba
A cidade integra o Circuito Rota da Liberdade, com atrações tanto para quem gosta de tranquilidade quanto de esportes radicais. A exuberante paisagem local está entre picos e o ar bucólico dos pesqueiros. O céu costuma ficar repleto de asas delta, para-quedas e balões. Destaque ainda para a arquitetura de palacetes, centros culturais, igrejas e santuários.

Piquete
Área de preservação ambiental, com grande diversidade de flora, fauna e que abriga algumas espécimes em extinção. Os visitantes podem aproveitar dos passeios entre as trilhas, em meio à mata nativa e a paisagem das montanhas, além de belas florestas e cachoeiras.

Queluz
Abriga o Pico Pedra da Mina, com 2.798 metros de altura, o mais alto do Estado de São Paulo e um dos maiores do país. A cidade integra o Circuito Caminhos da Corte com fazendas antigas do ciclo do café, além da recente safra de fazendas leiteiras, pousadas e hotéis fazenda.

São João da Boa Vista
A cidade natal da pianista Guiomar Novaes possui clima ameno e natureza que proporciona muitas opções de turismo ecológico e rural, apesar de ser mais famosa pelo turismo religioso. É conhecida como “a cidade dos crepúsculos (amanhecer) maravilhosos”.

São Bento de Sapucaí
É a porta de entrada para a Pedra do Baú, que erroneamente é considerada como parte de Campos do Jordão, município vizinho. Ideal para quem gosta da prática de esportes radicais, como rapel, escaladas e voo livre.

Serra Negra
Cidade de fontes de águas minerais com propriedades terapêuticas e riqueza radioativa. A qualidade de suas águas minerais levou Serra Negra ao título de “Cidade da Saúde”, dada pelo presidente Washington Luís.

Santo Antônio da Alegria
Os turistas podem desfrutar de cachoeiras, trilhas, serras, vales e meio a áreas ainda quase intocáveis. A cidade integra o Circuito Roteiro Turístico UAI Paulista, que valoriza os costumes, o patrimônio histórico e cultural.

Do Portal do Governo do Estado