Notícias

Sabe o que fazer ao encontrar um animal silvestre?
04/04/2017

 

Se o espécime estiver fora do habitat, recomendação é ligar para o Corpo de Bombeiros ou acionar a Polícia Militar Ambiental

 

Cuidados especializados ampliam as chances de retorno à natureza de animais silvestres encontrados em áreas ocupadas pelos seres humanos. No Estado de São Paulo, a Secretaria do Meio Ambiente conduz a gestão da fauna e orienta quem entra em contato com os bichos, que buscam, muitas vezes, locais de reprodução e alimentação.

A primeira recomendação é ligar para o Corpo de Bombeiros ou acionar a Polícia Militar Ambiental, pelo 190. As duas entidades possuem agentes preparados para lidar com a situação. O Disque Ambiente, pelo telefone 0800 113560, e o e-mail ambientaldenuncias@policiamilitar.sp.gov.br também atendem demandas do tipo.

Nunca tente fazer a captura do animal, que pode reagir de forma agressiva caso se sinta ameaçado, por estar fora do habitat natural. O Corpo de Bombeiros alerta para não fornecer alimentos ou água, que podem ser prejudiciais.

Para ampliar a eficiência no setor, a Polícia Militar Ambiental realiza autuações e ações de prevenção em todo Estado, por meio da fiscalização de matas, rios, represas, unidades de conservação e do mar territorial.

A partir de 2014, a Secretaria do Meio Ambiente assumiu o controle total das atividades de uso e manejo da fauna silvestre em cativeiro, bem como dos procedimentos que envolvem a captura de animais em vida livre. Além disso, o órgão gerencia programas de soltura e monitoramento, além do manejo de populações de espécies no território estadual.

Recuperação

Em São Paulo, uma das iniciativas voltadas à preservação da fauna silvestre teve início há mais de 30 anos. Desde 1986, o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) administra o CRAS (Centro de Recuperação de Animais Silvestres), localizado no Parque Ecológico do Tietê, na capital paulista.

Várias espécies chegam ao local pelas mãos de profissionais ligados ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Polícia Militar Ambiental e Corpo de Bombeiros.

A unidade promove o cuidado de bichos apreendidos do tráfico de animais ou resgatados pelos órgãos fiscalizadores. Anualmente, o CRAS recebe a média de doze mil exemplares – as aves representam 84% do total. As espécies mais apreendidas são papagaios, jabutis, gaviões, macacos e corujas.

SERVIÇO
Departamento de Fauna da Secretaria do Meio Ambiente
Endereço: Av. Frederico Hermann Junior, 345
Prédio 12 – 2° andar – Alto de Pinheiros – São Paulo – SP
E-mail: fauna@ambiente.sp.gov.br
www.ambiente.sp.gov.br

Do Portal do Governo do Estado