Notícias

Operação ‘Olhos de Lince’ do Ipem-SP fiscaliza postos
12/04/2017

 

Foram constatadas irregularidades na comercialização de combustíveis em seis estabelecimentos da capital e Grande São Paulo

 

O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas), autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, constatou irregularidades em seis postos de combustíveis, em mais uma etapa da operação “Olhos de Lince”, levada adiante nessa semana na capital e Grande São Paulo.

Placas e componentes das bombas eletrônicas foram apreendidos e constatadas divergências entre o combustível comercializado e o que de fato era vendido ao consumidor. O material apreendido será periciado em laboratório e os resultados serão enviados ao Ministério Público para as devidas providências.

Foram constatadas irregularidades nos seguintes estabelecimentos: Auto Posto Garoto do Imirim (Cachoeirinha, São Paulo). Prata Pura Serviços Automotivos (Barueri), Centro Automotivo CRS (Barueri), Auto Posto Moinho Velho Ltda (Vila Sônia, São Paulo), Itamaraty Auto Posto e Acessórios (Suzano) e Yonecar Auto Posto Ltda (V.Guilherme, São Paulo).

As empresas responsáveis pela manutenção das bombas de combustível serão submetidas a processo administrativo e estão sujeitas a descredenciamento por parte do Inmetro. Além das autuações, elas podem ser proibidas de prestar serviços no país. Os postos fiscalizados têm dez dias para apresentar a defesa no instituto. O valor das multas aplicadas pode chegar a R$ 1,5 milhões.

Balanço

Diariamente, as equipes do Ipem-SP fiscalizam os postos de combustível em todo o Estado de São Paulo por meio de suas 14 regionais, localizadas no interior, litoral e Grande São Paulo, e mais escritórios nas regiões leste, oeste, norte e sul da capital. Desde janeiro de 2017, foram visitados 2.064 postos, com a emissão no período de 363 autos de infração. Das 24.315 bombas de combustível verificadas, 1.231 foram reprovadas.

Para verificar a quantidade de combustíveis efetivamente vendidas pelos postos, o Ipem-SP criou a operação especial “Olhos de Lince”. De janeiro de 2017 até o momento, 66 postos foram fiscalizados, 930 bombas verificadas e 230 reprovadas pela fiscalização. Diversos tipos de equipamentos utilizados nas fraudes foram apreendidos e emitidos 226 autos de infração para os postos de combustíveis e 66 autos para oficinas credenciadas.

O governador Geraldo Alckmin participou pessoalmente de algumas ações conjuntas realizadas pelo Ipem-SP, na capital e Grande São Paulo, com a participação da Agência Nacional de Petróleo (ANP), do Procon-SP e equipes das prefeituras de municípios onde os postos de combustíveis foram fiscalizados.

Os consumidores que se sentirem prejudicados podem denunciar as irregularidades ao Procon pelo telefone 151, Ipem-SP pelo 0800 013 0522 ou no Departamento de Polícia de Proteção ao Cidadão (DPCC) no (11) 3338-0155.

Do Portal do Governo do Estado