Notícias

Governo entrega mais 731 novas armas à Polícia Civil
24/05/2017

 

Com recursos da ordem de R$ 5,8 milhões, foram adquiridos 47 fuzis e 684 carabinas para reforçar os equipamentos da instituição

 

Ao lado do secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, o governador Geraldo Alckmin entregou nesta quarta-feira (24) 731 novas armas para reforçar os equipamentos da Polícia Civil. Com recursos da ordem de R$ 5,8 milhões, foram adquiridos 47 fuzis e 684 carabinas.

O novo armamento foi comprado graças ao investimento do Fundo de Incentivo à Segurança Pública (FISP) – o valor unitário do fuzil calibre 7,62mm é de R$ 8.099,88 e da carabina 5,56mm de R$ 7.972,60.

“Nós estamos entregando cerca de 740 armas, as mais sofisticadas. São fuzis carabinas, os mais potentes para a Polícia Civil de São Paulo. Teremos uma polícia extremamente bem armada, preparada e equipada para cumprir o seu papel. E aqui também na reunião do conselho, assinamos de volta um decreto para trazer de volta a Corregedoria para a Polícia Civil”, completou Alckmin.

As armas serão distribuídas a unidades da Polícia Civil de todas as regiões do Estado – Capital, Grande São Paulo e Interior.

Investimento

Para reforçar os recursos materiais e humanos da Polícia Civil, desde 2011 o governo investiu para entregar à corporação 3.641 viaturas, que custaram R$ 241 milhões.

Em igual período, o efetivo da Polícia Civil foi reforçado por 4.122 policiais e ainda estão em formação 686 futuros policiais civis.

Corregedoria da Polícia Civil

Durante o evento, foi assinado um decreto que transfere a Corregedoria da Polícia Civil do Gabinete do secretário da Secretaria da Segurança Pública (SSP) para a estrutura da Delegacia Geral da Polícia Civil (DGP).

O departamento estava subordinado ao gabinete da SSP desde agosto de 2009. O presídio da Polícia Civil também será transferido do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade) para a Assistência Policial da Corregedoria.

Do Portal do Governo do Estado