Notícias

'Eu e Outras Poesias', de Augusto dos Anjos, comemora 100 anos
06/06/2012

 

Centenário será celebrado com simpósio, concurso nacional e outras atividades na Paraíba

 

UBIRATAN BRASIL - O Estado de S.Paulo





Livro 'Eu e Outras Poesias' - Reprodução

Reprodução

Livro 'Eu e Outras Poesias'

A genial morbidez do poeta Augusto dos Anjos será comemorada com um simpósio, concurso nacional de vídeo-poemas e outras atividades na Paraíba, sua terra natal. E o ponto de partida acontece hoje, quando são lembrados os 100 anos de publicação do livro de poemas Eu - para celebrar a efeméride, a Fundação Cultural de João Pessoa e a prefeitura da cidade lançam o 1.º Concurso de Vídeo Poemas Augusto dos Anjos, com R$ 30 mil em premiação.

"O edital não tem camisa de força, ou seja, são livres a gramática e a estética a serem adotadas pelos concorrentes", comenta Lúcio Vilar, curador dos festejos. "Será possível utilizar linguagens documental, ficcional, de animação, experimental e videoarte, ou ainda trabalhos que privilegiem e sejam resultado da confluência de duas ou mais linguagens. Só não poderá sair do foco do poeta ou de sua obra."

Autor de um único livro - Eu e Outras Poesias -, Augusto dos Anjos (1884-1914) foi um precursor da poesia moderna brasileira. E, apesar de exibir um vocabulário difícil, arrevesado, extraído da moda cientificista de sua época, ele ainda desperta admiração de artistas diversos, como o coreógrafo Sandro Borelli, que se inspirou na obra de tom mórbido do poeta paraibano para criar seus espetáculos.

"O também poeta Olavo Bilac desdenhou de Augusto dos Anjos em vida e, sobretudo, após a prematura morte deste, quando teria dito que a poesia nacional não havia perdido grande coisa", comenta Vilar. "A impressão que tenho, ainda hoje - embora Augusto tenha sido reconhecido por vários poetas, escritores e pesquisadores muitas décadas depois -, é que ele ainda exerce curioso fascínio e repulsa, o que me autoriza a pensar que seu legado ainda 'assombra' a poesia brasileira."

Além do concurso de vídeo-poemas, no mês de agosto, rebatizado de Augusto das Letras, acontecerá um seminário nacional dedicado à obra e à personalidade multifacetada do poeta, evento que deverá ter como conferencista de abertura o escritor Ariano Suassuna, além de pesquisadores da USP, Unicamp, UFPE e UFPB.


Fonte: Estadão.com.br/Cultura