Notícias

Dia da Língua Portuguesa: o paulista tem sotaque?
10/6/2017

 

Além de celebrar o idioma, fomos ao Museu da Língua Portuguesa questionar se existe um sotaque típico dos moradores de São Paulo

 

Neste sábado é celebrado o Dia da Língua Portuguesa. O idioma é falado por mais de 260 milhões de pessoas. Mas qual seria a maneira de falar o português sem sotaque?

Levamos a questão ao ex-diretor do Museu da Língua Portuguesa, o primeiro do mundo dedicado exclusivamente a um idioma. Seria São Paulo, sede do museu, a terra em que se usa a língua portuguesa sem sotaque?

“Uma coisa que é interessante a gente perceber é que nós nunca achamos que temos sotaque. Mas todos nós temos sotaque!”, comentou Antônio Carlos Sartini, explicando que não há uma pessoa que fale sem sotaque.

“Falamos de uma maneira muito ligada à nossa realidade e ao nosso local de nascimento. Ao longo desses 500 anos São Paulo recebeu a contribuição de povos que vieram de várias partes do mundo, os imigrantes. Eles trouxeram na bagagem, além das saudades e dos seus bens materiais, as suas línguas” acrescentou Sartini.

Independentemente de cada sotaque, hoje é dia de celebrar a Língua Portuguesa, que tem mais de 700 anos de história. A comemoração ocorre dia 10 de junho para lembrar a morte de Luiz de Camões, um dos maiores poetas da nossa língua.

Também é motivo de celebração o andamento das obras de restauração do Museu da Língua Portuguesa, que passou por um incêndio em dezembro de 2015 que destruiu partes de suas instalações. A entrega do prédio segue o cronograma previsto e deve ocorrer até o fim de 2018. A reinauguração com todos os equipamentos se dará no primeiro semestre de 2019.

A expectativa é que o museu retorne em condições melhores do que as apresentadas antes do incêndio. Tudo para seguir enaltecendo o quarto idioma mais falado do mundo, que também está presente em todos os continentes.

O Museu da Língua Portuguesa é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, concebido e realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho.

Do Portal do Governo do Estado