Notícias

Oito criminosos são presos em Operação Balão neste domingo
19/06/2017

 

Polícia Militar Ambiental realizou operação na região metropolitana de São Paulo e em Campinas; sete balões foram apreendidos

 

A Polícia Militar Ambiental realizou neste domingo (18) a “Operação Balão”. Oito criminosos foram presos em flagrantes e uma fábrica de balões foi fechada. Houve apreensão de sete balões, dois veículos e uma moto na ação, que se concentrou nas regiões dos aeroportos de Cumbica, Congonhas e Viracopos.

As operações para evitar a fabricação e a soltura dos balões ocorrem o ano todo, mas os trabalhos são intensificados neste período do ano. A combinação da época de seca com a realização das festas juninas fazem com que a ameaça de incêndio seja ainda maior, sem contar o perigo por atrapalhar as aeronaves no entorno de aeroportos.

Na Zona Leste da Capital, na região do Jardim Iguatemi, um criminoso foi preso com 2 balões e também teve o veículo aprendido. Na mesma região, mas no Jardim Santo André, outros três infratores foram flagrados e tiveram um balão apreendido.

Mais perto ainda de Cumbica, já na cidade de Guarulhos, dois infratores foram detidos – um deles menor de idade. Eles transportavam o balão em uma motocicleta, que também foi retida.

Ainda na capital paulista, mas na Marginal Pinheiros, os policiais flagraram um baloeiro, em ação que resultou na apreensão do criminoso, do balão e de seu veículo.

Já em Campinas, na operação que protegia o entorno de Viracopos, os policiais efetuaram abordaram três pessoas, impedindo que elas soltassem mais um balão, no Jardim Campo Grande.

Na ação, um indivíduo confessou a prática do crime e foram realizadas diligências em sua residência. Na averiguação deste imóvel, nada de ilícito foi encontrado. Entretanto, chamou atenção dos policiais um cartão no veículo do indivíduo que indicava um endereço de venda de fogos.

Os policiais se dirigiram ao local indicado no cartão, no Jardim Aeroporto e encontraram uma fabricação de balões. Artefatos de fabricação de balão como maçarico, estrutura metálica, papel de seda, entre outros, foram apreendidos.

No total, a operação deste domingo resultou na detenção de oito pessoas, sendo uma menor de idade. Todos os criminosos tiveram de pagar multa de 5 mil reais, totalizando a quantia de 40 mil reais na operação.

Cada ocorrência foi encaminhada ao Distrito Policial da respectiva região em que o crime foi flagrado. Além da multa, há ainda a previsão de detenção de um ano a três anos para esse tipo de crime. Em alguns casos, as duas penalizações são aplicadas.

Soltar balões é considerado crime ambiental, conforme o artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais. Pela legislação, é crime “fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano”.

Para colaborar com o trabalho da Polícia Militar Ambiental e combater esse tipo de crime, denúncias podem ser feitas pelo 190 e também pelo disque-ambiente no 0800-11-3560.

Do Portal do Governo do Estado