Notícias

Veja edital para avaliar concessão de Serviço de Diagnóstico por Imagem
15/08/2017

 

Governo abre chamamento público para identificar viabilidade de oferecer parceria de 20 anos nas gestão do SEDIs

 

O Governo do Estado de São Paulo abriu chamamento público para identificar empresas interessadas em firmar parceria para desenvolver estudos visando à concessão administrativa e unificada de três serviços de diagnóstico por imagem.

O edital foi publicado no Diário Oficial do dia 9 de agosto. É a primeira etapa do processo que busca analisar a viabilidade técnica, jurídica e econômico financeira para estruturar o projeto de parceria para gestão dos SEDIs (Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem). O Estado conta com três SEDIs, que abrangem 48 unidades de saúde – 23 no interior e 25 na Capital.

“Esta primeira etapa é fundamental para avaliarmos a viabilidade de uma parceria com a iniciativa privada, priorizando o aprimoramento de infraestrutura e equipamentos, além de obtermos uma economia expressiva nos gastos públicos, culminando assim, em novos investimentos em áreas estratégicas e assistenciais”, destaca o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

O serviço da Secretaria da Saúde emite laudos à distância e em tempo real para exames de imagem como raio-x, mamografias e ressonâncias, por exemplo. O hospital de origem do exame envia a imagem à central de laudos do SEDI em até dez minutos após a captação. A central, então, fica responsável por analisar e devolver o laudo ao hopital em até quatro horas.

A expectativa da Secretaria de Estado da Saúde é de que a parceria resulte, no decorrer de duas décadas, em um investimento de R$ 356 milhões. Estão previstas uma ampla reforma e modernização dos serviços, substituição de equipamentos, adequação e atualização de infraestrutura e tecnologia da informação.

A proposta ainda estima que a mudança no modelo de contratação para PPP (Parceria Público-Privada) poderá resultar em uma economia de 10% no valor repassado anualmente aos SEDIs.

O chamamento público demonstra publicamente o interesse da Secretaria em realizar a concessão. Cabe aos proponentes elaborar e apresentar os estudos técnicos do projeto. Os interessados devem seguir as conformidades previstas no edital (veja informações aqui) para solicitar autorização para elaborar tais estudos.

As sugestões autorizadas serão analisadas por um grupo de trabalho e, posteriormente, será elaborado o edital de licitação para a escolha do futuro parceiro.

Do Portal do Governo do Estado