Notícias

Metrô concederá 15 terminais de ônibus à iniciativa privada
22/08/2017

 

Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) concederá à iniciativa privada 15 terminais de ônibus integrados às estações metroviárias das linhas 1-Azul e 3-Vermelha. Publicado na edição do dia 18 do Diário Oficial, o edital de licitação prevê transferência da gestão por 40 anos. O vencedor será aquele que fizer a melhor oferta financeira. A divulgação do nome do ganhador ocorre no dia 18 de setembro – data de abertura das propostas. A assinatura do contrato está prevista para dezembro.

Os terminais incluídos no edital são Parada Inglesa, Santana, Armênia e Ana Rosa, da linha 1-Azul; e Artur Alvim, Patriarca norte, Vila Matilde norte, Penha norte, Carrão norte, Carrão sul, Tatuapé norte, Tatuapé sul, Brás, Barra Funda sul e Barra Funda turístico, da Linha 3-Vermelha. Estima-se gerar receita anual de R$ 27,9 milhões ao Metrô de São Paulo que, atualmente, destina R$ 24 milhões para despesas de manutenção, operação e vigilância dos espaços.

O concessionário poderá explorar comercialmente os espaços internos dos terminais e aproveitar o espaço aéreo de sete deles (Santana, Ana Rosa, Patriarca norte, Vila Matilde norte, Carrão norte, Tatuapé norte e Tatuapé sul). Nesses sete terminais edificáveis, o projeto permite área mínima de construção de 85 mil metros quadrados e prevê investimento mínimo de R$ 270 milhões. Nos demais terminais poderão ser usados somente os espaços da superfície.

Comercial – As estações poderão ter uso misto, com apartamentos residenciais locáveis nos andares mais altos; salas comerciais nos andares intermediários; e lojas e espaços de convivência e alimentação nos inferiores. Caberá ao vencedor identificar o potencial mercadológico de cada empreendimento, de acordo com as características da cada região e do terminal. Os 15 terminais somam área total de 115 mil metros quadrados.

O Metrô tem concessões em operação nos terminais rodoviários Tietê, Jabaquara e Barra Funda (este último, em regime de comodato), além do terminal urbano Itaquera. No dia 10, a companhia assinou o contrato de concessão por dez anos dos espaços publicitários das 52 estações das Linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. Vencedora, a empresa francesa JCDecaux pagará R$ 375 milhões a título de remuneração ao Metrô e aplicará R$ 20 milhões em investimentos na vigência do contrato.

DOE, Executivo I, 22/08/2017, p. I