Notícias

Concessão do sistema de bilhetagem do transporte público
12/09/2017

 


O Governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo lançaram consulta ao mercado para a concessão do Sistema de Bilhetagem do transporte público utilizado nos ônibus da capital, Metrô e CPTM. Está publicado na página 1 do Diário Oficial do Estado, do dia 29 de agosto, o edital de chamamento público para receber estudos quanto ao potencial de exploração de receitas acessórias do Sistema Único de Arrecadação Centralizada das tarifas públicas cobradas    dos usuários do transporte metropolitano sobre trilhos e do transporte público (sobrepneus) da capital paulista.


Poderão apresentar estudos para o chamamento público pessoas físicas e jurídicas, nacionais ou estrangeiras, individualmente ou em grupo. O edital de chamamento e demais informações a respeito do procedimento estão disponíveis para consulta no site http://www. parcerias.sp.gov.br/Parcerias/. O prazo previsto para entrega dos estudos (neste modelo, não há ressarcimento) é de 40 dias da data de publicação do edital.


Sistema de Bilhetagem – A ideia da instituição do modelo de Sistema Único de Arrecadação Centralizada é elaborar conjuntamente (Estado e prefeitura) solução que traga maior eficiência na gestão do sistema de bilhetagem eletrônica, que permita a exploração de novas receitas e facilite a atualização tecnológica apropriada para evitar fraudes. A integração dos modais viria para facilitar o deslocamento da população pelo território e diminuir o custo das viagens.


Atualmente, há 14,4 milhões de cartões ativos e, por dia, são realizadas 13,6 milhões de viagens. O Sistema de Bilhetagem movimenta R$ 7,3 bilhões por ano, tem custo bruto anual de R$ 238 milhões e receita anual de R$ 78 milhões. O custo líquido para o Estado é de R$ 53 milhões; para o município, R$ 107 milhões.


Claudeci Martins


Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial


DOE - Seção I - p. II