Notícias

Escola da Família ganha 59 novas unidades no Estado
14/09/2017

 

Projeto que completou 14 anos promove atividades gratuitas para comunidades em escolas da capital, região metropolitana e interior

 

O Programa Escola da Família agora conta com mais 59 unidades. A partir de agora, alunos, pais e as comunidades do entorno terão acesso aos fins de semana de atividades gratuitas de saúde, cultura, esporte e trabalho. Ao todo são 2,2 mil participantes em todo o Estado. Confira aqui as novas unidades.


Para fazer parte do Programa, o Conselho Escolar deve primeiro aprovar o interesse em assembleia. O próximo passo é verificar a demanda e existência ou não de outros locais públicos na região. Após essas etapas, a unidade será acompanhada de perto pela coordenação do programa.


Cada escola tem autonomia para organizar um calendário próprio de ações. São comuns atividades como cursos de idiomas e artesanato, preparatórios para o vestibular, além de oficinas de panificação e competições de esporte. No primeiro semestre, foram registradas mais de 800 mil.


Para ajudar na realização dessas ações, a Escola da Família conta com uma rede de profissionais incluindo vice-diretores, universitários e voluntários. No caso do voluntário, é preciso apenas apresentar um projeto adequado ao público da unidade. Neste ano, estão cadastrados mais de 10,2 mil pessoas.


Sobre o Escola da Família
O programa Escola da Família, completou 14 anos no mês de agosto,  reúne professores, universitários e voluntários para a promoção da integração entre escola, família e comunidade e já realizou mais de 40 milhões de atividades durante sua história. O projeto conta com esportes, oficinas, cursos e atividades fazem parte da rotina de mais de 2 mil escolas da rede estadual aos fins de semana.


As atividades do programa vão além do lazer e são norteadas pelos eixos do trabalho, esporte, saúde e cultura e contam com a participação essencial de voluntários. Chamados de ‘Parceiros na educação’, eles executam as atividades e auxiliam no planejamento das ações ligadas ao projeto, sendo supervisionados pelos diretores e vice-diretores das unidades. Nos 14 anos de existência, quase 240 mil voluntários já deixaram sua marca no projeto e só em 2017 mais de 10,2 mil já participaram.


Do Portal do Governo