Notícias

Ações do Educativo do Museu Paulista buscam aproximar o público da instituição
21/09/2017

 


O dia 30 de agosto de 2013 foi um divisor de águas para o Museu Paulista, conhecido como Museu do Ipiranga, e também para o Ser viço de Atividades do Educativo da instituição. Fechado por causa de problemas estruturais na sede, no bairro Ipiranga, funcionários e público ficaram surpresos com a notícia. Na época, a sede do Museu Paulista recebia 3 mil pessoas por dia.


Apesar do fechamento da sede em 2013, setor estabelece parcerias e atrai novo perfil de visitantes


“Era a primeira vez, em 15 anos, que não iríamos participar dos festejos da Independência, no feriado do dia 7 de Setembro. Tínhamos toda a programação pronta, mas, mesmo com a notícia do fechamento da sede para reformas, resolvemos dar novo rumo ao Educativo do Museu Paulista. Precisávamos entrar em ação para a data da Independência e fomos além”, diz a Supervisora do setor, Isabela Ribeiro.


Naquele 7 de setembro de 2013, o Educativo traçou uma estratégia especial. Foram montadas duas tendas e um contêiner habitável, promoveram-se oficinas no Parque da Independência e palestras sobre a instituição. “Atraímos um público diferente daquele que normalmente visitava a sede do museu: eram frequentadores e trabalhadores autônomos do parque. Apesar de utilizarem o local para passeios e corridas, muitos nunca tinham visitado o Museu Paulista. Com as oficinas, o público diversificou-se e passou a conhecer o outro lado do museu”, explica a educadora da instituição, Denise Peixoto.


Parcerias Nos últimos quatro anos, o serviço de atividades do Educativo do Museu Paulista, que existe desde 2001, se diversificou. “Passamos a formar parcerias com instituições do próprio bairro, como o Sesc-Ipiranga; o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo; o Museu da Língua Portuguesa (fechado para reformas, depois de um incêndio em 2015); o Museu da Cidade (gerenciado pela prefeitura e onde


Para todos Para atingir esse público, o Educativo criou, em 2007, o kit de materiais para acessibilidade. Por meio do programa e com a parceria do Memorial da Inclusão, está sendo realizada a exposição Museu do Ipiranga para Todos, que permanece na sede do Memorial da Inclusão até o dia 30. Outra atração bastante visitada é a famosa tela de Pedro Américo, Independência ou Morte (1888), reproduzida em alto-relevo. A original continua na sede do Museu Paulista e irá passar por processo de restauração. “É uma exposição para todos mesmo: pessoas com deficiência ou não. As crianças adoram a experiência e os adultos, também!”, diz Denise.


O Programa Vivências Culturais (Provic), direcionado a crianças em situação de vulnerabilidade social que frequentam ONGs ou instituições sem fins lucrativos, é outra atração bem interessante. “Em 2015, visitamos uma aldeia Guarani, no bairro de Parelheiros. Nessa oficina, levamos algumas cópias de quadros, pertencentes ao museu, retratando indígenas. O pessoal fez uma releitura do que viu a partir da sua ótica. Ficamos surpresos com o resultado. Nos quadros, os indígenas aparecem de maneira apaziguada, enquanto na ótica indígena, o resultado é a luta pela terra e pela manutenção dos seus costumes”, explica Isabela.


Multiplicadores – O Educativo tem três educadores fixos contratados por meio de concurso e quatro bolsistas (estudantes de graduação, pós, mestrado e doutorado) ligados às áreas de história, arqueologia e letras. Na sua nova sede, promove oficinas para professores, por meio do Programa de Orientação para Professores (POP), programa Ludomuseu e programa Café com Museu.


“No segundo semestre do ano passado e neste ano, realizamos encontros com outras instituições – nos quais formamos o que chamamos de Rede Ipiranga – e atividades para o 7 de Setembro com o Sesc-Ipiranga. A nova sede tem duas salas de multiuso e um auditório para os encontros. Neste ano, na 11ª edição da Primavera dos Museus, organizada em todo o Brasil pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Museu Paulista oferece oficinas na sede do Educativo (Avenida Nazaré, 268, no bairro Ipiranga) e no Memorial da Inclusão (ver serviço).


Exposição


Museu do Ipiranga para Todos


Memorial da Inclusão


De segunda a sexta-feira, das 10 às 17


horas; aos sábados, das 13 às 17 horas


Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564


Portão 10, Barra Funda


Entrada gratuita


Até o dia 30


Eventos


Primavera dos Museus


Museu Paulista


Informações: htpp:/www.mp.usp.br


• Oficinas gratuitas


Inscrições pelos telefones


(11) 2065-8075 / 2065-8061


Mais informações em cursosmp@usp.br


Maria Lúcia Zanelli


Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial


DOE - Seção I, p. III