Notícias

Biblioteca de São Paulo estimula leitura entre crianças e jovens
27/09/2017

 

Crianças e jovens de 11 a 14 anos podem participar do Clube da Leitura para Adolescentes, iniciativa da Biblioteca de São Paulo (BSP), que ocorre até o mês de novembro. Em três encontros serão debatidas obras da literatura infantojuvenil. O livro Os meninos da biblioteca, de autoria de João Luiz Marques, idealizador e mediador dessa edição do programa, foi abordado no
primeiro encontro, em agosto. O intuito é que a criança ou o adolescente
leia uma obra previamente escolhida pelo coordenador do Clube e troque ideias com o mediador. “Fiz a proposta à BSP de contemplar o público infantojuvenil e foi aceita. Quanto mais estímulo se dá ao público jovem, maiores são as probabilidades de ele se tornar um adulto leitor”, acredita Marques.

Clube de Leitura para Adolescentes, programa da BSP, promove três encontros para debater obras infantojuvenis, até novembro

Obras – Um bolo no céu, de Gianni Rodari; Os meninos da Rua Paulo, de Ferenc Molnár; e O alienista, de Machado de Assis serão os próximas livros que
Marques irá abordar com os participantes. “A adesão dessa faixa etária à literatura somente ocorre se houver o estímulo dos pais, professores ou de algum adulto. Queremos conquistar esse público para conversar sobre livros e
leitura de livros”, diz o mediador.

Para Pierre Andre Ruprecht, diretor-executivo da SP Leituras, o Clube de Leitura foi implementado para atrair o público mais jovem aos centros
culturais e às demais programações formatadas para essa faixa etária nas bibliotecas estaduais. “Com esse novo projeto, estamos também incentivando o gosto pela leitura. É recomendado que a criança ou o jovem leia o livro antes da participação no clube para aumentar a fruição no encontro.” Ruprecht
é da opinião de que o cerne das bibliotecas não é o acervo ou o livro, mas sim as pessoas. “Esse é o mote de nossa agenda cultural, especialmente as destinadas ao público pré-adolescente e adolescente.”

Descobertas – Estimular o participante a dar a sua opinião, falar o que
pensa sobre uma obra e abrir a possibilidade para que perceba que existem
muitas maneiras de se ver uma trama é fundamental para Marques. “O olhar do
outro nos permite várias descobertas. É preciso despertar entusiasmo, pois isso vai levá-los a se interessar por outras histórias”, garante. Segundo o escritor, nesse tipo de atividade a transferência da experiência pessoal aos integrantes do grupo é enriquecedora.

Segundo Marques, no primeiro encontro metade dos jovens havia lido Os meninos
da biblioteca. A trama tem como figura central Heitor, um garoto inteligente que descobre que uma biblioteca está para ser fechada e demolida. Descontente com a situação, ele e um grupo de amigos agitam manifestações
de apoio (falam com autoridades e pensam em diversas estratégias para que o espaço não encerre suas atividades). Ao abraçar essa causa, conseguem reverter a situação e o local permanece aberto.

Curiosidade – Segundo Marques, o encontro realizado no mês de agosto foi
positivo. Os participantes demonstraram bastante curiosidade sobre a história, as personagens e a autoria da trama. “Contei que eu era o autor do livro Os meninos da biblioteca. Fiz um panorama do texto, mostrando as características e contradições de cada personagem. Nessa faixa etária, eles são muito espontâneos e falam exatamente o que pensam. Uma das crianças disse que não achava legal um fato que eu havia contado sobre a obra, mas,
no final, após ouvir todos falarem, mudou de opinião”, relata. A BSP disponibiliza os títulos para as crianças e algumas editoras doam ou emprestam os livros.

Tania de Melo
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial

SERVIÇO
Clube de Leitura para Adolescentes Biblioteca de São Paulo (BSP)
Av. Cruzeiro do Sul, 2.630
Santana São Paulo – SP
Telefone (11) 2089-0800
https://goo.gl/tv2sUK
Crianças e adolescentes interessados em participar devem se inscrever em
agenda@bsp.org.br ou comparecer ao balcão de atendimento da BSP, de terça
a sexta-feira, das 9h30 às 18 horas
Próximos encontros, das 14h30 às 16h30:
Dias 30 de setembro
Um bolo no céu, de Gianni Rodari
Dia 28 de outubro
Os meninos da Rua Paulo, de Ferenc Molnár
Dia 25 de novembro
O alienista, de Machado de Assis

DOE - Seção I, p. III