Notícias

Novo hospital em Itanhaém será referência para mais cinco municípios
30/10/2017

 

Projetado para atendimento de média e alta complexidade, prédio incorpora soluções de sustentabilidade como aquecimento solar

 

O município de Itanhaém, no litoral sul de São Paulo, ganhou um novo hospital, criado para ser referência no atendimento de média e alta complexidade para mais cinco municípios da região. O Hospital Regional foi inaugurado nesta segunda-feira (30) pelo governador Geraldo Alckmin.


“Um grande dia, um hospital novo aqui em Itanhaém, um hospital regional, um prédio novo, instalações novas, equipamentos de última geração para servir à nossa população. Temos aqui o que há de melhor em termos de medicina, telemedicina e humanização”, disse Alckmin sobre o hospital que recebeu investimentos de R$ 66,5 milhões.


A unidade incorpora soluções de sustentabilidade, como sistema de aquecimento solar, de reúso de água e utilização de lâmpadas especiais para economia de energia.


Com 12,9 mil m² de área construída, o edifício da nova unidade de saúde foi construído vizinho a um hospital já existente, que será revitalizado para servir de apoio e para abrigar o setor administrativo. Além de Itanhaém, o hospital vai atender ainda os municípios de Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, Itariri e Pedro de Toledo.


A capacidade inicial é para 119 leitos, mas esse número será ampliado gradativamente. “Nós fizemos a transferência (para o prédio novo) em tempo recorde. Já está em funcionamento e ampliaremos para 198 leitos, nós teremos quase 200 leitos, dobrando o tamanho do hospital já existente, enfermarias, heliponto, UTI neonatal, UTI de adulto, parto humanizado, maternidade de alto risco, uma grande conquista para toda a região”, disse o governador.


Onda Limpa
Geraldo aproveitou a ocasião para anunciar a conclusão das obras de ampliação da rede de captação e tratamento de esgotos de Itanhaém, com a agregação de mais 87 quilômetros de encanamentos, nove mil ligações domiciliares, dois quilômetros de rede pressurizadas e oito estações de bombeamento.


A Sabesp investiu R$ 150 milhões nas obras que fazem parte do programa Onda Limpa, a maior iniciativa de recuperação ambiental da costa brasileira. Foram beneficiados 24 mil moradores de 19 bairros de Itanhaém.


Em mais de uma década de implantação, o Onda Limpa elevou de 53% para 77% (quase o dobro da média do país, que é de 47%) a cobertura da rede de esgotos na Baixada Santista com investimentos de R$ 1,9 bilhão.


Mais 324 mil pessoas foram incluídas ao sistema. A meta do programa é atingir 100% dos domicílios e para isso estima-se que é necessário investir mais R$ 1,8 bilhão na região metropolitana da Baixada Santista.


Do Portal do Governo