Notícias

Linha 9-Esmeralda irá até Varginha e deve atender 120 mil novos usuários
31/10/2017

 

O Executivo paulista e o Ministério das Cidades autorizaram, no dia 19, a execução de dois contratos para as obras de extensão da Linha 9-Esmeralda, da CPTM, que será ampliada para seguir do Grajaú a Varginha e vai ganhar mais duas estações.


A medida permite a liberação dos re cursos do PAC da Mobilidade para o empreendimento da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Trata-se do primeiro lote de recursos do Governo federal para a capital paulista para a área de transportes, em vários anos. Os investimentos vão beneficiar 120 mil pessoas.


Obras – Entre os serviços estão sinalização das vias e criação do Sistema de Integração ao Centro de Controle Operacional do trecho de 4,5 quilômetros  em construção, com o investimento total de R$ 91,8 milhões. O valor total previsto para a obra de extensão da


Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú) é de R$ 790 milhões. Desses, R$ 500 milhões foram comprometidos pelo Governo federal.


Um dos contratos teve como vencedor o Consórcio Integração (formado pelas empresas Spavias Engenharia e Telar Engenharia e Comércio), com o valor de R$ 49,3 milhões e prazo de 18 meses, mais seis de operação assistida. O segundo acordo foi assinado com a Alstom Brasil, com montante de R$ 42,5 milhões e prazo de 12 meses.


A Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú) transporta cerca de 570 mil usuários por dia útil. A ampliação entre Grajaú e Varginha e a criação de mais duas estações, Mendes-Vila Natal e Varginha, beneficiarão os moradores do Grajaú, Estrada dos Mendes, Varginha, Vila Natal, Jardim Icaraí, Jardim São Bernardo e Conjunto Residencial Palmares, todos no extremo sul da capital.


Conexões – Atualmente, a Linha 9-Esmeralda tem conexão com as linhas do Metrô 5-Lilás, na Estação Santo Amaro, e 4-Amarela, na Estação Pinheiros, e Linha 8-Diamante, da CPTM, nas estações Osasco e Presidente Altino. Também há integração  com ônibus nas estações Grajaú, Jurubatuba, Santo Amaro, Morumbi, Berrini, Pinheiros e Osasco.


Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial


Portal do Governo do Estado


DOE - Seção I, p. IV