Notícias

Cabify assume frota do governo e gera economia de R$ 57 milhões/ano
01/12/2017

 

Depois de análise técnica e de 40 lances, menor preço foi de R$ 2,45 por quilômetro rodado, por meio de pregão da Bolsa Eletrônica

 

O Governo do Estado prevê a economia de até R$ 57 milhões ao ano com a substituição gradual de sua frota de veículos por serviços de aplicativos de automóveis. A estimativa foi feita nesta quinta-feira, 30/11, após a empresa Cabify apresentar a menor oferta e passar pela avaliação tecnológica realizada pela Secretaria de Governo.

Depois das análises de acessibilidade, funcionalidade e requisitos de segurança para a homologação do serviço, a Cabify derrotou outras três empresas após 40 lances. O menor preço obtido foi de R$ 2,45 por quilômetro rodado, por meio de pregão da Bolsa Eletrônica de Compras.

“Mais um passo hoje para termos mais eficiência no gasto público e fazer mais com menos dinheiro. Nós estamos promovendo um ajuste para economizar dinheiro público e realizar investimentos em saúde, escolas, segurança e nos temas que interessam à população”, explicou Alckmin durante o lançamento do edital, em setembro. “Com a redução do número de carros, mais o que será arrecadado com o leilão dos veículos, serão quase R$ 70 milhões de reais”, ressaltou o governador.

O Governo do Estado pretende reduzir em 25% a frota de veículos, das 7.375 unidades atuais para 5.509 unidades, ou 1.866 automóveis a menos. Desse total, 1.479 veículos serão leiloados, o que irá proporcionar uma economia de R$ 35,1 milhões em despesas com combustíveis e manutenção. O governo espera arrecadar cerca de R$ 11,3 milhões com o leilão.

Inicialmente, o modelo será testado por quatro secretarias estaduais para substituir 86 veículos, com rodagem estimada em 438 mil quilômetros, para depois ser estendido a toda a administração estadual. O serviço deve estar disponível aos funcionários em até quatro semanas. Ficam de fora da redução da frota os veículos especiais de atendimento ao cidadão, como viaturas policiais e ambulâncias.

Adicionalmente, 443 veículos que estavam locados – 338 dos quais com motoristas terceirizados -, já estão sendo devolvidos, o que gerando uma economia de R$ 29,5 milhões ao ano. A estimativa é de que esse esforço de redução da frota irá proporcionar uma redução de custos anual da ordem de R$ 57 milhões.

Inicialmente, o modelo será testado por quatro secretarias estaduais para substituir 86 veículos, com rodagem estimada em 438 mil quilômetros por ano na capital, para depois ser estendido a toda a administração estadual. O serviço deve estar disponível aos funcionários em até quatro semanas. Ficam de fora da redução da frota os veículos especiais de atendimento ao cidadão, como viaturas policiais e ambulâncias.

Esta diminuição de gastos com frota de veículos é mais uma medida do Governo Estadual que, desde 2015, economizou mais de R$ 770 milhões em redução de custeios, renegociação de contratos vigentes e suspensão de novos, além de gastos com diárias e horas extras.

Como será o funcionamento

As chefias de gabinete ficarão responsáveis por determinar os funcionários com necessidade de uso destes veículos, que atenderão por chamada realizada pelo aplicativo instalado em smartphones ou pela plataforma web. Por meio de usuário e senha, será possível chamar o serviço, que poderá sofrer penalidades financeiras em caso de atrasos recorrentes nos atendimentos.

“O funcionário usa o aplicativo para chamar o carro em vez de ter ele ali parado à disposição. É uma boa economia para o Estado”, explicou Alckmin.

A crise econômica que o país atravessa requer austeridade nos gastos públicos, e estudos mostraram que o serviço por aplicativo é frequentemente mais barato do que manter o capital imobilizado de veículos ou contratos de locação com uso pouco intensivo, muitas vezes ociosos em parte do dia.

A otimização de deslocamentos é facilitada pelo uso da tecnologia. Com isso, os recursos físicos, humanos e financeiros que serão desmobilizados das atividades de manutenção e gerenciamento de frota serão empreendidos em outras atividades.

Para elaboração do edital deste serviço foi realizada consulta pública no primeiro semestre, e que contou com contribuições de empresas e entidades do setor.

Do Portal do Governo do Estado

 

 

Casa Civil
|
Portal da Transparência
|
Biblioteca Virtual
Receba notícias por e-mail

Cadastre-se e receba as novidades da Biblioteca periodicamente no seu e-mail.

Digite o seu e-mail