Notícias

Pró-Billings amplia coleta e tratamento de esgoto para 250 mil pessoas
08/01/2018

 

O Programa de despoluição da represa será feito em duas etapas com coleta de esgotos em 83 mil imóveis e envio para Estação de Tratamento

 

Começaram nesta segunda-feira (8) as obras do Programa Pró-Billings, que vai ampliar a coleta e o tratamento de esgoto na região do ABC para cerca de 250 mil pessoas. O objetivo é melhorar as condições ambientais da represa e de infraestrutura urbana, propiciando maior qualidade de vida para a população.

Cerca de 83 mil imóveis, em diversos bairros de São Bernardo do Campo, serão beneficiados com a troca de tubulações e bombas. Os equipamentos serão instalados para o transporte dos dejetos até a Estação de Tratamento do ABC, na divisa de São Paulo com São Caetano do Sul. O término das obras está previsto para 2020.

“Nós estamos começando uma grande obra para a Região Metropolitana de São Paulo, para o ABC e especialmente para São Bernardo do Campo, que é a despoluição da represa Billings. Vamos tratar praticamente um terço de São Bernardo do Campo: 250 mil pessoas que passam a ter esgoto coletado e tratado”, disse o governador Geraldo Alckmin, que acompanhou o início dos trabalhos.

O empreendimento receberá recursos da Sabesp, da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) e do BNDES. “Estamos iniciando a obra com R$ 94 milhões de investimento; 500 empregos vão ser gerados e um bilhão de litros de esgoto in natura por mês serão retirados da Represa Billings”, afirmou Alckmin. O governador do Estado também anunciou a realização da segunda etapa das obras.

“Neste mês, será licitada a segunda etapa para ser iniciada dentro de alguns meses. As duas obras vão terminar juntas. São mais de R$ 200 milhões de investimentos para despoluir toda esta região, tornar a represa limpa e vistosa; um grande centro de entretenimento e lazer e também de abastecimento de água”, afirmou

O desenvolvimento das obras

A primeira etapa das obras começa pela região do Alvarenga e vai beneficiar os moradores de bairros como Imigrantes, Jardim Laura, Las Palmas, Los Angeles, Pinheirinho e Represa, com a instalação de 34 estações elevatórias para bombeamento de esgoto. Fazem parte ainda das obras dessa primeira fase, a implantação de 51 km de redes coletoras e 9,5 Km de coletores-tronco (tubulações de grande porte). A estimativa é de geração de 500 vagas de empregos diretos.

Uma segunda etapa de obras será lançada ainda este ano para beneficiar mais 40 bairros de São Bernardo. O edital para a contratação de serviços será publicado até o final do mês, contendo investimentos de R$ 108 milhões e previsão de contratação de 700 vagas de empregos diretos.

Serão contemplados os seguintes bairros: Alvarenga, bairros dos Casas, Batistini, Cama Patente, Comodoro, Divineia, Jardim Alvorada, Jardim Campestre, Jardim Castelo Branco, Jardim Central, Jardim Cláudia, Jardim Detroit, Jardim do Lago, Jardim Ipanema, Jardim Ipê, Jardim Marco Polo, Jardim Nova Patente, Jardim São Jorge, Jardim Senhor do Bonfim, Jardim Skaff, Jardim Thelma, Lavras, Luiz Marçon, Nossa Casa, Nossa Terra, Nosso Lar, Pantanal, Parque das Flores, Parque Esmeralda, Parque Espacial, Parque Havaí, Parque Veneza, Peixoto, Sítio Bom Jesus, União e Força, Vila Bosque, Vila Carminha, Vila Norma, Vila Nova, Vila Nova Jardim, Vila Santa Mônica e Vila Vitória.

Do Portal do Governo do Estado