Notícias

Cratod: referência multidisciplinar no tratamento de dependência química
28/02/2018

 

Com atendimento 24 horas por dia, unidade possui equipe multidisciplinar com mais de 350 profissionais de saúde e visa a reinserção social

 

O Cratod é um centro de referência no tratamento de dependência química localizado estrategicamente no centro da cidade de São Paulo. A unidade, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde, oferece atendimento 24 horas por dia por meio de uma equipe multidisciplinar composta por mais de 350 profissionais de saúde.

Pensando nisso, o acompanhamento é feito de maneira especializada visando a reinserção social desses usuários de droga.

O acolhimento começa logo na recepção. Primeiro é feito um cadastro do paciente e, em seguida, ele é encaminhado para triagem. Ali é feita uma avaliação e uma entrevista, além dos testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C. Casos de emergência e urgência (em relação ao nível de intoxicação) vão direto para o atendimento médico. Já os de não urgência seguem para uma avaliação multidisciplinar feita por psicólogos e assistentes sociais da própria unidade. O intuito, a partir de então, é começar a pensar no projeto de tratamento desses usuários.

De acordo com o parecer da equipe, o paciente pode ser encaminhado a uma avaliação médica, a uma Comunidade Terapêutica – geralmente localizada no interior do Estado – ou, em casos menos graves, a um Centro de Atenção Psicossocial (Caps) do município ou do próprio Cratod.

“Nós trabalhamos com atividades motivacionais, atividades de prevenção de recaída, atividades culturais, atividades que tenham foco na reinserção social” comenta Ana Lúcia Karasin, diretora do Caps do Cratod.

No ano passado, a unidade completou 15 anos de existência. Além da triagem e do acolhimento, o Cratod oferece consultas clínicas e psiquiátricas, serviço odontológico, oficinas terapêuticas, entre outras. São esses atendimentos multidisciplinares que transformaram o Cratod na principal porta de entrada do Programa Recomeço na capital paulista.

“Ele é hoje, sem dúvida, o maior serviço de atendimento da América Latina. Ele atende 1,2 mil novos casos mensalmente. Ela faz mais de 2,5 mil internações anuais. É uma robustez hoje que nenhum outro serviço tem”, completa o diretor da unidade, Marcelo Ribeiro.

Alimentação equilibrada

As drogas estão quase sempre associadas a distúrbios alimentares. Por isso, um dos serviços de destaque oferecidos pelo Cratod aos dependentes químicos em tratamento é o da dieta balanceada.

“Quando os pacientes chegam aqui, normalmente eles estão em situação de rua. Então a sua alimentação é muito ruim. Eles não comem verduras, legumes, proteínas. Por isso nós temos que pensar em dar uma alimentação balanceada”, conta a nutricionista do Cratod, Martha Pompeu.

Mas nem todo tipo de alimento é recomendado a esses pacientes. Algumas bebidas e comidas podem interferir no tratamento e devem ficar longe da dieta. A nutricionista destacou que bebidas como suco de limão e suco de uva devem ser evitados pois lembram, respectivamente, caipirinha e vinho. Ela ainda ressalta que café, sorvetes de abacaxi com rum, bombons recheados com licor e marinados também podem prejudicar o tratamento.

Em muitos casos os pacientes passam a compulsão pela droga para o alimento. Sendo assim, a dieta evita que esses pacientes sofram com o sobrepeso e desenvolvam outras doenças. “O almoço é muito bom. Para mim, a comida balanceada é importante porque eu tenho diabetes”, disse Paulo José da Silva Machado, paciente da instituição.

O Cratod fica localizado na Rua Prates, 165, Bom Retiro. O telefone de contato é o (11) 3329-4455. Confira aqui mais informações sobre a unidade e sobre o Programa Recomeço.

Do Portal do Governo do Estado

 

 

Casa Civil
|
Portal da Transparência
|
Biblioteca Virtual
Receba notícias por e-mail

Cadastre-se e receba as novidades da Biblioteca periodicamente no seu e-mail.

Digite o seu e-mail