Notícias

Indústria paulista eleva em 4% o consumo de gás natural em 2017
05/03/2018

 

Setor é responsável por 81,1% do consumo de gás natural do Estado e registrou 63 novas unidades consumidoras, totalizando 4 bi de m³

 

A indústria paulista registrou em 2017 aumento de 4% no consumo de gás natural do Estado, totalizando 4 bilhões de metros cúbicos (m³). A recuperação ocorreu após dois anos de queda, conforme informação do último Boletim Energético da Secretaria de Energia e Mineração do Estado de São Paulo.

Responsável por 81,1% do consumo de gás natural do Estado, o setor industrial registrou 63 novas unidades consumidoras. “A ampliação da produção, principalmente do setor cerâmico no segundo semestre do ano passado, foi um dos principais fatores para a retomada do consumo de gás no Estado”, explica o secretário de Energia e Mineração de São Paulo, João Carlos Meirelles.

São Paulo registrou queda na utilização de gás nas indústrias nos primeiros seis meses do ano, mas de julho a dezembro o setor apresentou recuperação, fechando o ano de 2017 com saldo positivo.

Já o setor residencial, que representa 5% do consumo estadual, apresentou um acréscimo de 6,8% sobre o mesmo período de 2016, graças à expansão da rede de distribuição de gás canalizado e a entrada de mais de 47 mil unidades consumidoras.

O comércio também foi outro setor que apresentou elevação no acumulado do ano, com alta de 6,6%. O consumo de gás natural veicular – GNV apresentou no ano uma variação positiva de 2,1% e a cogeração cresceu 8,2%.

O único setor que registrou queda no consumo de gás natural no ano passado foi o de geração termoelétrica.

“Com o regime favorável de chuvas e a entrada de novas eólicas do nordeste, o Operador Nacional do Sistema optou por desligar as térmicas de São Paulo, que em 2017 funcionaram apenas alguns dias de janeiro. Isso fez com que o consumo total de gás do Estado fosse inferior ao ano anterior”, acrescenta Meirelles.

O Estado de São Paulo consumiu 4,9 bilhões de metros cúbicos em 2017, volume 1,1% inferior em comparação com 2016. O gás natural é distribuído no Estado de São Paulo pelas concessionárias Comgás, Gás Brasiliano e Gás Natural Fenosa, que atendem, respectivamente, 177, 375 e 93 municípios.

Do Portal do Governo do Estado