Notícias

Compra do governo impede retração do mercado editorial
12/07/2012

 

DE SÃO PAULO - Pelo segundo ano consecutivo, a compra de livros pelo governo foi o que evitou uma queda nos números totais de faturamento do mercado editorial brasileiro.


Pesquisa encomendada por entidades do setor e realizada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) mostra que esse mercado cresceu 0,81% em 2011, já descontada a inflação (6,5% do IPCA).


Mas, desconsideradas as vendas feitas para o governo, houve queda real de 3,27% no faturamento das editoras.


Dos R$ 4,84 bilhões que o setor faturou em 2011, R$ 3,45 bilhões resultaram de vendas para o mercado, e R$ 1,39 bilhão, para o governo.


O levantamento da Fipe englobou 178 das cerca de 500 editoras do país. A amostra responde por quase 60% do faturamento total do setor.


O preço médio do livro vendido para o mercado caiu 6,11% no ano passado. Desde 2004, a queda de preço foi de 21,8%, sem considerar a inflação.


Fonte: Folha de S.Paulo/Mercado