Governador reúne membros do Conselho de Relações Internacionais
26/09/2017
Grupo recém-formado se encontra pela primeira vez para elaborar e fomentar parcerias para o desenvolvimento do Estado de

A primeira reunião dos integrantes do Conselho Consultivo de Relações Internacionais (CCRI) aconteceu nesta terça-feira (26). Criado em agosto passado, o grupo se encontrou no Palácio dos Bandeirantes para discutir e elaborar parcerias internacionais para fomentar o desenvolvimento do Estado. O CCRI é composto por embaixadores, acadêmicos e representantes do setor privado e do poder público.

“São Paulo terá sua inserção no comércio mundial para promover o comércio exterior, apoiar muito as exportações e buscar novos mercados. Essa é uma parceria também com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, missões comerciais, enfim, nós vamos fortalecer a economia, o emprego e a renda do Estado de São Paulo”, destacou o governador Geraldo Alckmin.

O CCRI ressaltou a importância das relações internacionais para o Estado paulista. “A partir de uma relação mais estreita com o mundo, queremos ampliar o desenvolvimento socioeconômico do Estado”, afirma Ana Paula Fava, chefe da Assessoria Especial para Assuntos Internacionais (AEAI) e membro do grupo.

A primeira reunião estabelece as atividades do CCRI e, posteriormente, foca no plano para colocar as pautas em prática. A ideia do grupo é debater a forma de atuação internacional de São Paulo, discutir estratégias e trabalhar uma agenda até 2030.

Decreto
Geraldo Alckmin assinou, em 4 de julho, o decreto número 62673/2017 que instituiu o Conselho Consultivo de Relações Internacionais. A assinatura aconteceu no gabinete do governador e foi acompanhada pelo secretário Samuel Moreira e a chefe da AEAI Ana Paula Fava.

No dia 23 de agosto, Alckmin concluiu a lista de nomes dos membros do Conselho. De acordo com o decreto, são três as atribuições do CCRI: informar o governo do Estado sobre as principais tendências nas relações internacionais; formular recomendações sobre o posicionamento do Estado no exterior, com o objetivo de conciliar suas ações com os objetivos da Política Externa Brasileira; e, por fim, propor estratégias para o Estado paulista na área internacional até 2030.

Membros
Além de Alckmin e Ana Paula Fava, fazem parte do Conselho o vice-governador Márcio Franca, o secretário-chefe da Casa Civil Samuel Moreira, o representante da Investe São Paulo Sérgio Costa, o embaixador Rubens Barbosa, a chefe do escritório do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo, embaixadora Débora Vainer Barenboim, o co-presidente do Conselho de Administração da Natura Pedro Luiz Barreiros Passos, o economista Roberto Giannetti da Fonseca e os acadêmicos Rubens Ricupero e José Augusto Guilhon Albuquerque.