Centro de Mídias SP terá aulas preparatórias para o Enem 2020
19/05/2020
A partir de 23 de maio, alunos contarão com atividades aos sábados no aplicativo e na televisão, voltadas para a prova

O secretário da Educação de São Paulo, Rossieli Soares, anunciou uma programação exclusiva, a partir de 23 de maio, para os estudantes da rede pública do estado que pretendem prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Centro de Mídias da Educação de São Paulo contará com uma equipe de professores qualificada para auxiliar os estudantes em um dos momentos mais importantes da vida do aluno.

As aulas acontecerão todos os sábados pelo aplicativo e pela televisão, na parte da manhã, com horário ainda a definir, com uma equipe de professores qualificados da rede e convidados, em cada área do conhecimento da prova: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Redação.

Conteúdo

Na aula inaugural, o professor de Literatura Marcelo Muller abordou, entre outros temas, a interpretação de texto. “Fui aluno da escola pública, o que fez diferença na minha vida. Temos professores excelentes na rede. Ninguém vai fazer por você; é você que tem que ir atrás”, ressalta o docente.

O secretário Rossieli Soares destaca a importância da inscrição do aluno na prova do Enem. “O seu sonho você tem que agarrar. A Secretaria não é responsável por adiar ou cancelar a prova. Estamos aqui para fazer o que for necessário para os estudantes se inscreverem e não perderem essa oportunidade porque, se o aluno não se inscrever, não poderá fazer a prova”, salienta.

“Eu fiz a minha faculdade em uma universidade privada, mas tive bolsa, e foi superimportante. Se você pode ter essa oportunidade, é importante saber disso”, completa o gestor.

Marianne Luiza Martins Pereira, ex-aluna da rede, que teve nota 880 na prova, incentiva os estudantes a não desistirem. “Sempre estudei em escola pública e moro na periferia. No terceiro ano, eu tive que mudar para o período noturno na escola, por causa do trabalho. Pra mim, foi um grande marco porque foi difícil e é difícil, mas basta dedicação nesse período, com cronograma de estudo. Sou muito grata aos professores da escola pública. Não precisei de cursinho para passar no vestibular”, revela.

“Os nossos professores estão fazendo um trabalho incrível na rede. Os profissionais estão trabalhando muito para fazer tudo acontecer. Eu adoro a assistir à programação e me sinto um estudante”, comenta Rossieli Soares.

Vale lembrar que todos os alunos da rede pública estão isentos da taxa da prova, que seria de R$ 85. As inscrições para o Enem 2020 se encerram na próxima sexta-feira (22).

O que você precisa saber

A estrutura permanece com 45 questões de cada área do conhecimento, mais uma redação que deverá ser desenvolvida no modelo dissertativo-argumentativo, com um máximo de 30 linhas.

A única diferença é que, no Enem Digital, as provas objetivas serão respondidas em um computador, com exceção da redação, que deverá ser feita no papel. Para mais informações, os interessados devem acessar o site https://enem.inep.gov.br/.